carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Abras: vendas em supermercados crescem 6,92% em março

As vendas reais do setor supermercadista acumularam alta de 6,92% em março na comparação com o mês anterior, segundo informou nesta terça-feira, 29, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). Em relação a março de 2013, no entanto, as vendas registraram queda de 7,82%. No primeiro trimestre deste ano, as vendas caíram 0,57%, na comparação com o mesmo período do ano passado.

EULINA OLIVEIRA, Agencia Estado

29 de abril de 2014 | 11h33

Em valores nominais, as vendas do setor em março apresentaram crescimento de 7,90% em relação ao mês anterior e, quando comparadas a março de 2013, queda de 2,14%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 5,18%.

O presidente do conselho consultivo da Abras, Sussumu Honda, afirma, em nota, que "o setor continua vendendo bem e nossas expectativas continuam positivas". Segundo ele, a queda registrada em março deste ano, em relação ao ano passado, é devido à data da Páscoa - segundo evento mais importante para o setor no ano -, que em 2013 aconteceu em 31 de março, concentrando todas as vendas naquele mês. Neste ano, a Páscoa foi na terceira semana de abril, que mostrará, de acordo com Honda, aumento de vendas na comparação com o mesmo mês do ano passado. "Portanto, como trata-se de fator sazonal, acredito que em abril já teremos um acumulado positivo de vendas", ressalta.

Abrasmercado

Em março, o Abrasmercado, cesta de 35 produtos de largo consumo, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da Abras, apresentou alta de 2,92% em relação a fevereiro deste ano, passando de R$ 361,12 para R$ 371,69. Na comparação com março de 2013, o Abrasmercado apresentou crescimento de 4,65%.

Os produtos com maiores altas em março foram: batata (41,15%), tomate (33,86%), ovo (10,50%), feijão (7,70%). As maiores quedas foram impulsionadas por: arroz (-3,52%), creme dental (-0,97%), queijo prato (-0,96%), queijo mussarela (-0,81%).

Ainda conforme o comunicado da Abras, em março, na comparação com o mês anterior, a cesta da Região Centro-Oeste foi a que apresentou maior alta, registrando variação de 4,35%, com valor de R$ 346,19.

Tudo o que sabemos sobre:
Abrasmarço

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.