Abril Educação compra escola em PE

Com a aquisição de dois colégios nos últimos dias, a Abril Educação deve registrar em 2013 o primeiro ano em que cursos, escolas e sistemas de ensino terão um faturamento maior do que as editoras de livros didáticos Ática e Scipione. As compras fechadas nesta semana elevam os negócios mais jovens da empresa a um novo patamar.

DAYANNE SOUSA, Agencia Estado

06 de julho de 2013 | 09h28

A companhia adquiriu nesta sexta-feira o Colégio Motivo, de Recife, após ter anunciado um dia antes a compra do Centro Educacional Sigma, de Brasília. Com isso, adiciona quase 8 mil novos alunos para sua base de estudantes diretos (excluindo os sistemas de ensino), que até então contava apenas com o Colégio pH, do Rio, comprado em 2011.

A empresa informou ontem que a receita consolidada estimada para a nova unidade de negócios que será formada por Motivo, Sigma, pH e o curso pré-vestibular Anglo é de R$ 270 milhões em 2013. No ano passado, o faturamento total da Abril Educação atingiu R$ 883,5 milhões, uma expansão de 14% sobre 2011. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
Abrilensinoeducação

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.