Abu Dhabi pode ser outra vítima da fraude de Madoff

A Autoridade de Investimento de Abu Dhabi (ADIA), o maior fundo soberano do mundo, pode ser mais uma vítima do americano Bernard Madoff, disse ontem o jornal "The New York Times". "De fato, em um ponto, a Autoridade de Investimento de Abu Dhabi, um grande veículo de investimento no Oriente Médio, transmitiu em confiança cerca de US$ 400 milhões para a firma de Madoff", afirma o jornal.Madoff, de 70 anos, foi preso no dia 11 de dezembro, em Nova York, acusado de comandar um esquema de pirâmide cujos prejuízos globais são estimados em US$ 50 bilhões. O jornal não forneceu detalhes adicionais, mas mencionou a ADIA entre as vítimas de Madoff como o empresário e magnata Mortimer B. Zuckerman e o diretor de cinema Steven Spielberg.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.