Acaba prazo para quitar casa própria com FGTS

Termina hoje o prazo para os mutuários solicitarem a liberação do Fundo de Garantia para pagamento de prestações da casa própria em atraso. O uso do fundo refere-se a imóveis financiados pelo Sistema Financeiro da Habitação (SFH). Para que o mutuário possa solicitar a liberação do fundo, é preciso que o saldo corresponda a até 80% da dívida vencida, e que toda a dívida seja quitada, ou seja, não se pode usar o dinheiro para pagar apenas parte do débito. Além disso, o trabalhador precisará ter no mínimo 3 anos de contribuição ao FGTS, initerruptos ou não. Pelos cálculos da Caixa, dos 3,2 milhões de contratos ativos do SFH, há 1,14 milhão de inadimplentes, dos quais 83% recebem até cinco salários mínimos. A utilização do Fundo de Garantia para pagamento de prestações em atraso foi aprovada em setembro do ano passado. Antes disso, os recursos só poderiam ser utilizados para compra de imóveis ou quitação de saldo devedor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.