Ação antidumping, arma contra produto brasileiro

Exportadores brasileiros dizem que na Argentina investigações antidumping têm sido usadas para barrar produtos brasileiros. Seria o caso da Paramount Têxteis, do empresário Fuad Mattar. A empresa domina metade do mercado argentino de fios para a indústria têxtil. Recentemente, as autoridades daquele país desengavetaram uma investigação antidumping contra a Paramount e forçaram a empresa a aumentar seus preços enquanto o processo estiver correndo. A Paramount tentou reagir. Mobilizou o presidente da Fiesp, Paulo Skaf, e o secretário de comércio exterior do Ministério do Desenvolvimento, Welber Barral, que trataram do assunto pessoalmente - em ocasiões diferentes - em Buenos Aires. O governo argentino quer aplicar um sobrepreço de 30% aos produtos da Paramount. A empresa brasileira tenta reduzir essa porcentagem e, ao mesmo tempo, pede às autoridades argentinas que também apliquem um sobrepreço aos produtos importados da Indonésia, seus principais concorrentes naquele país.Procurados, Paulo Skaf e Welber Barral não quiseram comentar o assunto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.