Ação conjunta de BCs relembra atuação em 2001

O Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) introduziu uma série de medidas para aliviar as pressões de financiamento - com o lançamento uma nova linha financiamento a termo e criação de linhas de swaps cambiais em conjunto com o Banco da Inglaterra, Banco Central Europeu e Banco Nacional da Suíça, a exemplo do que ocorreu em 11 de setembro de 2001. O BCE e BC suíço responderão por um total equivalente a US$ 24 bilhões (US$ 20 bilhões do BCE e US$ 4 bilhões do BC suíço) - permitindo que essas autoridades monetárias façam empréstimos em dólar e ajudem a aliviar as pressões do mercado, particularmente, na Libor - taxa de juro do mercado interbancário londrino. Com base na nova linha de leilões, o Fed vai leiloar, na segunda-feira, o equivalente a US$ 20 bilhões em fundos por um prazo de 28 dias e US$ 20 bilhões para um período de 35 dias, em 20 de dezembro. Há dois novos leilões agendados para 14 e 28 de janeiro.Os novos recursos serão leiloados a taxas mínimas de juro, relacionadas à expectativa atual para os Fed Funds (taxa básica de juros dos EUA) em relação aos prazos de vencimento, o que significa que, diante das expectativas das taxas de juro, a taxa a ser aplicada no leilão pode resultar em uma taxa perto ou até mesmo inferior ao patamar atual dos Fed Funds (4,25% ao ano). As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.