Ação da BM&F dispara 30% nos primeiros negócios na bolsa

As ações da Bolsa de Mercadorias &Futuros (BM&F) disparavam na estréia na Bolsa de Valores deSão Paulo nesta sexta-feira. Às 12h21, os papéis --que saíram com preço inicial de 20reais-- avançavam 30 por cento, para 26,00 reais. A oferta pública inicial da empresa teve forte procura deinvestidores, após a operação bem-sucedida da Bovespa Holding,controladora da bolsa paulista e da Companhia Brasileira deLiquidação e Custódia (CBLC), no mercado de capitais. Os investidores pessoa física com prioridade de alocaçãoque fizeram pedidos de reserva de ações da BM&F entre 5 mil e300 mil reais foram atendidos apenas com o valor de 1.820reais, ou o equivalente a 91 ações. A oferta pública de ações da BM&F, quarta maior bolsa demercadorias e futuros do mundo, é de cerca de 6 bilhões dereais. Esse valor a torna a segunda maior da história noBrasil, atrás apenas da abertura de capital da Bovespa Holding,em outubro, que movimentou 6,6 bilhões de reais. (Reportagem de Cesar Bianconi)

REUTERS

30 de novembro de 2007 | 12h30

Tudo o que sabemos sobre:
MERCADOSBMFACOES

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.