Ação da Bovespa estréia no mercado com alta de 52%

Sucesso dos papéis faz bolsa bater vários recordes; Ibovespa supera 64 mil pontos pela primeira vez

Leandro Modé e Paula Laier, O Estadao de S.Paulo

27 de outubro de 2007 | 00h00

Na mais concorrida abertura de capital (IPO, na sigla em inglês) da história do País, as ações da Bovespa Holding, controladora da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), estrearam com valorização de 52,13% e puxaram uma série de recordes. O Índice Bovespa, que subiu 3,1%, atingiu nova pontuação máxima, 64.275 pontos, e o volume negociado foi o maior num único pregão: R$ 10,1 bilhões, sendo R$ 5 bilhões apenas com os papéis da Bolsa.Já nos primeiros minutos de negociação, as ordens de compras se sucediam em ritmo frenético, numa velocidade tão grande que o telão da bolsa parecia tremer. ''''Os volumes distribuídos foram pequenos e o jeito foi entrar comprando'''', disse o diretor de um banco. A ação, que iniciou o dia valendo R$ 23, fechou cotada por R$ 34,99.O sucesso da Bovespa Holding contagiou outros mercados. O dólar comercial encerrou a sexta-feira em queda de 1,39%, cotado por R$ 1,769, menor valor desde abril de 2000. Como investidores estrangeiros responderam por cerca de 80% das compras no IPO, a expectativa é de que o dinheiro que trarão ao Brasil para fazer o pagamento das ações derrubará ainda mais a moeda americana. O risco Brasil caiu 3,3%, para 174 pontos.A forte valorização das ações no primeiro pregão confirmou a demanda expressiva pelos papéis, disse o estrategista-chefe do BNP Paribas no Brasil, Alexandre Lintz. ''''Não apenas de estrangeiros, mas também de investidores locais'''', salientou.Para Lintz, o resultado dessa operação reflete uma dinâmica muito positiva - que contempla também a queda do dólar -, fruto de uma liquidez internacional favorável e preços de commodities em alta.Desde quinta-feira, as corretoras acumulavam pedidos de compra para o papel na abertura dos negócios. O volume negociado com ações da Bovespa já equivale a 48,8% do valor levantado na oferta pública de ações, R$ 6,6 bilhões. O IPO da Redecard, que até então era o maior do País, negociou o equivalente a 41% do valor da oferta inicial, de R$ 4,072 bilhões.O sucesso das ações da Bovespa Holding no primeiro pregão foi tamanho que, segundo alguns cálculos de mercado, a Bolsa Brasileira já é a quinta maior do mundo pelo critério de capitalização de mercado (que multiplica o valor das ações pela quantidade de papéis negociados). Por essa estimativa, a Bovespa valeria cerca de US$ 14 bilhões. Ficaria atrás apenas das Bolsas de Chicago, Hong Kong, Frankfurt e Nova York.Entretanto, já há analistas que contestam tanto otimismo. Um especialista que pediu anonimato disse que a relação entre valor de mercado e lucro projetado para 2008 da Bovespa pulou para 42 após a alta de ontem. A média mundial é de 22. ''''Ficamos apenas um pouco abaixo da China. Ou seja, as ações da Bovespa ficaram caras'''', disse. Segundo ele, essa relação é de 48 na Bolsa de Hong Kong. COLABOROU SUELI CAMPO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.