Ação daVale limita queda da Bolsa

Vale ON sobe 0,31% e a PNA, 0,21%; ganho menor dessas ações no mês faz investidor mantê-las em carteira

Claudia Violante, Silvana Rocha e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

12 de maio de 2009 | 00h00

Sem indicadores relevantes e com o noticiário fraco ontem, os investidores aproveitaram a queda das bolsas internacionais em meio a uma realização de ganhos e também embolsaram parte dos lucros acumulados em 9 semanas de alta na Bovespa. O índice paulista cedeu 0,82%, aos 50.976,39 pontos. No mês, ainda apura valorização de 7,80%, e, no ano de 35,76%. As ações da Petrobrás, com a expectativa de divulgação do balanço após o fechamento da Bolsa, e os papéis de bancos, refletindo as quedas do setor em Wall Street, conduziram as vendas aqui. Contudo, as ações da Vale subiram e limitaram o recuo do índice. A Petrobrás registrou lucro líquido de R$ 5,816 bilhões no 1º trimestre do ano, uma queda de 20% ante igual período de 2008. Em Nova York, o índice Dow Jones cedeu 1,82% e o Nasdaq, 0,45%. O dólar teve o 4º declínio seguido no mercado à vista, mas a perda final foi reduzida pelo impacto do leilão de compra de moeda do Banco Central. Segundo operadores do mercado, o BC teria adquirido cerca de US$ 90 milhões. O dólar no balcão recuou 0,44%, a R$ 2,059. A taxa de juro para janeiro 2010 caiu a 9,42%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.