Ação do BB amplia queda para mais de 7% nos ajustes após decisão do STJ

As ações do Banco do Brasil ampliaram queda para mais de 7 por cento nos ajustes após o fechamento do pregão da bolsa paulista desta quarta-feira, assim como outros papéis de instituições financeiras, após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidir em favor de poupadores no caso de correções sobre planos econômicos.

Reuters

21 de maio de 2014 | 17h28

A ação do BB fechou em baixa de 7,25 por cento, a 22,01 reais. Às 17h00, no fechamento preliminar da bolsa, o papel valia 23,39 reais, em baixa de 1,4 por cento ante o fechamento de terça-feira.

Itaú Unibanco e Bradesco caíram mais de 2 por cento cada.

O movimento tirou o Ibovespa de perto da estabilidade e o levou a fechar com queda de 0,31 por cento.

(Por Priscila Jordão)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSBBACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.