Ação do Bradesco sobe com rumor de compra do Santander

As ações preferenciais do Bradesco registraram nesta segunda-feira a segunda maior alta da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), de 3,46%, depois que a revista International Finance Review (IFR) publicou uma reportagem segundo a qual o banco estaria cortejando as operações do Santander no Brasil. O texto afirma que os bancos de investimento Goldman Sachs e Merrill Lynch teriam sido contratados como consultores pelas duas instituições para avaliar o negócio. O Goldman estaria atuando pelo lado do Bradesco e o Merrill, pelo Santander. A IFR pertence ao grupo Thomson Financial.A reportagem diz ainda que o grupo holandês ABN Amro é outro candidato a deixar o País. Neste caso, segundo a IFR, a saída não se deveria especificamente a problemas relacionados às operações brasileiras, mas à eventual compra do ABN Amro mundial pelo americano Bank of America (BofA). Se a transação ocorrer, diz a reportagem, a saída do ABN do Brasil seria quase certa, uma vez que o BofA já se desfez de todas as operações no País, entre elas o BankBoston. Para a IFR, o Itaú seria o principal candidato à aquisição do ABN. O Santander negou ?enfaticamente? as informações. O Bradesco disse que não comenta rumores, assim como o ABN Amro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.