Ação preferencial da Eletrobras tem pior queda em 15 anos

As ações preferenciais da Eletrobras tiveram sua pior queda em mais de 15 anos nesta segunda-feira, com investidores castigando duramente o papel diante dos impactos negativos que uma possível renovação antecipada de concessões elétricas terá sobre os resultados e dividendos da estatal.

Reuters

19 de novembro de 2012 | 17h36

A ação desabou 15,4 por cento, a 9,81 reais. Esse é o menor preço de fechamento desde julho de 2005, quando o papel também fechou cotado a 9,81 reais. Já o principal índice acionário brasileiro, o Ibovespa, subiu 1,89 por cento nesta segunda-feira.

(Por Danielle Assalve)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAELETROBRASQUEDA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.