Acesso a mercado é o maior desafio da Alca, diz Amorim

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Celso Amorim, afirmou, durante seu discurso na abertura da reunião ministerial da Área de Livre Comércio das Américas (Alca), que o maior desafio nas negociações continua sendo a questão de ingresso em mercados. "Conseguiríamos ter um progresso real se houver avanço no aspecto de acesso a mercados, mesmo numa situação de progressos em estágios", afirmou.Ele disse que já será um avanço se a declaração ministerial da reunião de Miami permitir que as negociações continuem. "Em vez de ficarmos culpando uns aos outros, temos que trabalhar para ver o que é possível avançar. E o possível é um objetivo até ambicioso", observou Amorim.O ministro comentou ainda sobre as dificuldades das negociações da integração hemisférica. "É bom lembrar que estamos conversando num processo dentro de um contexto mais amplo das negociações da Organização Mundial de Comércio (OMC) e da Rodada da Doha", afirmou Amorim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.