Acionistas aprovam Vale nas obras de Belo Monte

Pela proposta, a Vale fica com a participação dos 9% que pertenciam à Gaia Energia, empresa do Grupo Bertin que desistiu do projeto em fevereiro

Agência Estado, Agencia Estado

28 de abril de 2011 | 10h20

Os acionistas controladores da Vale aprovaram na segunda-feira a entrada da mineradora como sócia na hidrelétrica de Belo Monte, segundo apurou a reportagem. A decisão pode ser sacramentada hoje em reunião do conselho de administração da companhia. Pela proposta, a Vale fica com a participação dos 9% que pertenciam à Gaia Energia, empresa do Grupo Bertin que desistiu do projeto em fevereiro.

A decisão já passou por duas instâncias: primeiro, foi aprovada pelo comitê estratégico e, na segunda-feira, recebeu sinal verde em reunião da Valepar - a empresa que reúne os acionistas controladores da mineradora. São eles que determinam como os conselheiros devem votar em assembleia. A reunião de hoje será a primeira do novo conselho de administração, eleito no último dia 19.

A definição da Vale resolve um problema para o governo. O consórcio Norte Energia, montado precariamente por determinação de Brasília, venceu o leilão de Belo Monte no ano passado, mas estava incompleto desde que o Bertin desistiu de participar do projeto. Com a entrada da Vale, Brasília fecha a lacuna. Belo Monte é uma das prioridades da presidente Dilma Rousseff. Procurada, a Vale não quis se manifestar sobre o assunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.