Ações: ABN recomenda telecomunicações

O ABN Amro Bank está destacando que o mercado brasileiro passa por um bom momento para os investimentos no setor de telecomunicações. As ações das companhias Telesp Celular, Brasil Telecom Participações e Telemar são as melhores oportunidades para as aplicações, segundo o banco, por conta das fortes quedas sofridas recentemente e pela situação das empresas. No segmento de telefonia celular, o ABN acredita que o atual crescimento irá compensar a forte concorrência que as empresas irão sofrer no longo prazo. A instituição afirma também que as licenças para Banda C e possíveis fusões e aquisições irão intensificar as oscilações no setor. Na opinião da equipe do banco, a Telesp Celular é a opção mais conservadora entre as operadoras. A empresa é uma sólida e madura competidora desse mercado e poderá se beneficiar de futuras aquisições e novas licenças no Serviço Móvel Pessoal (SMP).Para as companhias de telefonia fixa, os analistas do ABN estão prevendo o pico de crescimento no curto ou médio prazo, uma vez que os preços dos serviços não serão prejudicados nos próximos dois anos. As empresas de telefonia fixa devem apresentar um desempenho acima do mercado no curto prazo, mas a telefonia móvel receberá as atenções em um futuro um pouco mais distante. Os analistas ressaltam que as companhias fixas possuem uma única chance de aproveitar o crescimento da comunicação celular, que é por meio da participação nas licitações da Banda C. Dentre as possibilidades do setor, Brasil Telecom Participações e Telemar merecem maior atenção dos especialistas do ABN Amro Bank. Segundo os estudos do banco, essas empresas irão registrar uma performance acima da Embratel, outra operadora do segmento fixo. Os analistas ressaltam que enquanto essa última apresenta múltiplos atrelados ao de sua controladora multinacional Worldcom, Telemar e Brasil Telecom Participações mostram indicadores com um desconto de cerca de 50% frente às empresas do mesmo setor nos Estados Unidos e por isso oferecem um potencial maior de valorização. A equipe de análise do banco mantém sua atenção sobre a situação do Brasil, mas acredita que uma onda de pessimismo exagerou sua preocupação com o País, por conta de cenário externo turbulento e acabou deixando muitas ações excessivamente descontadas no mercado domésticoPetrobras, Pão de Açucar, Copel e Eletrobrás também são recomendadasAlém das empresas de telecomunicações, o ABN tem entre suas preferências para investimentos no mercado brasileiro os papéis das companhias Petrobras, Pão de Açúcar, Copel e Eletrobras. As recomendações do banco foram balizadas no esperado crescimento para o setor de consumo no País e nas perspectivas de elevação de tarifas e de privatização envolvendo as companhias de energia elétrica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.