Ações asiáticas caem em pregão indefinido por ceticismo com cúpula

As bolsas de valores asiáticas caíram nesta terça-feira, com os investidores ainda céticos que a cúpula dos líderes europeus possa gerar qualquer medida significativa para solucionar a prolongada crise da dívida da região, agora em seu terceiro ano.

REUTERS

26 de junho de 2012 | 08h20

Às 8h06 (horário de Brasília), o índice MSCI, que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, subia 0,13 por cento, com 394 pontos, mas chegou a cair 0,2 por cento, em um pregão sem tendência definida, enquanto o índice Nikkei do Japão caiu 0,81 por cento, atingindo a mínima em mais de uma semana.

"Os investidores querem ver para qual direção o resultado da cúpula irá apontar. Não está muito claro quais acordos específico podem ser realmente feitos, pode haver compromissos em medidas orientadas para o futuro. Então os investidores não podem ser inteiramente pessimistas", disse o estrategista sênior Hirokazu Yuihama, da Daiwa Securities, em Tóquio.

O euro se manteve estável em cerca de 1,2500 dólar, acima da mínima de duas semanas de 1,24713 dólar atingida na segunda-feira.

A cúpula de dois dias em Bruxelas nos dias 28 e 29 de junho será a vigésima vez que os líderes da União Europeia se encontram para tentar resolver a crise que se espalhou pela Europa desde o seu começo na Grécia, no início de 2010.

A bolsa de Cingapura teve queda de 0,34 por cento, a 2.805 pontos, e Taiwan também caiu, 0,40 por cento, enquanto Hong Kong subiu 0,45 por cento. O índice referencial de Xangai teve leve queda de 0,09 por cento e Sydney recuou 0,36 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi; Reportagem adicional de Florence Tan, em Cingapura)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.