finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ações asiáticas sobem com especulação sobre Fed e China

As ações asiáticas avançaram cautelosamente nesta quarta-feira após Wall Street subir por especulação de que o Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, manterá a promessa sobre taxas de juros baixas quando encerrar sua reunião de política monetária mais tarde.

WAYNE COLE, REUTERS

17 de setembro de 2014 | 07h51

O índice norte-americano Dow Jones atingiu novo recorde enquanto o dólar caiu após o analista do Fed para o jornal Wall Street Journal, Jon Hilsenrath, dizer que o banco central manterá as palavras "período considerável" em seu comunicado de política monetária, embora possa qualificá-las.

A frase se tornou um critério nos mercados sobre quando o Fed pode começar a elevar as taxas de juros, sendo que o descarte das palavras seria visto como uma medida "hawkish".

Operadores disseram que as commodities também foram impulsionadas por notícias de que o banco central da China vai fornecer 500 bilhões de iuanes em financiamento de curto prazo aos cinco maiores bancos do país.

A notícia alimentou as esperanças do mercado de que Pequim está pronta para dar mais estímulo após a recente fraqueza no mercado imobiliário, importações e produção industrial.

Às 7h42 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,6 por cento, após quedas consecutivas. O índice sul-coreano Kospi subiu 0,96 por cento, mas o índice Nikkei de Tóquio encerrou com queda de 0,14 por cento.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.