Ações asiáticas sobem com esperança de mais estímulo

As ações asiáticas subiram nesta terça-feira, com investidores cobrindo posições de curto prazo e buscando lucros enquanto aguardam o posicionamento do presidente do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, sobre a economia norte-americana mais tarde.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h23

Dados fracos de vendas no varejo nos Estados Unidos e uma previsão de crescimento mundial mais baixa do Fundo Monetário Internacional (FMI), divulgados na segunda-feira, aumentaram esperanças de que o Fed adotará mais medidas de estímulo monetário, ao passo que Bernanke dará seu discurso semestral ao Congresso dos Estados Unidos na terça e quarta-feiras.

O mercado espera que Bernanke reitere a posição do banco central de que irá tomar mais ações apenas se as condições econômicas piorarem.

"Para que as ações globais subam, os investidores provavelmente precisaram de mais estímulos e de uma melhora no sentimento econômico", afirmou o estrategista-chefe do BNP Paribas, Shun Maruyama.

Alguns investidores citaram a ata do banco central da Austrália como um motivo de incentivo para compras de ativos de risco maior, sugerindo que o banco central pode ser poupado de ter que cortar as taxas de juros ainda mais para apoiar o crescimento.

"A alta sugeriu um tom levemente agressivo, diminuindo expectativas de mais cortes nas taxas de juros no curto prazo, que aliviou preocupações sobre o crescimento em países desenvolvidos e sustentaram os preços no mercado", afirmou o diretor de câmbio do Credit Agricole em Tóquio, Yuji Saito.

Às 7h52 (horário de Brasília), o índice MSCI, que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, subia 1,07 por cento, o terceiro dia seguido de ganhos, com os papéis chineses liderando seus pares.

As ações de Hong Kong avançaram 1,75 por cento por um conjunto de fatores, incluindo desempenho forte das seguradoras chinesas devido ao crescimento sólido de prêmios em junho, e com as ações de ferrovias subindo diante de expectativas de mais investimento do governo. Em Xangai, as ações ganharam 0,62 por cento.

As ações australianas expandiram 0,87 por cento, ao passo que investidores voltaram-se para ações com altos pagamentos de yields de rendimentos.

O índice Nikkei do Japão avançou 0,35 por cento depois de um feriado público na segunda-feira.

Em Cingapura, o índice teve alta de 0,54 por cento, enquanto o mercado em Taiwan avançou 0,52 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi; reportagem adicional de Vikram Subhedar em Hong Kong e Hideyuki Sano em Tóquio)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.