Ações asiáticas sobem com resultados de empresas nos EUA

As ações asiáticas subiram nesta quinta-feira, na medida em que fortes resultados corporativos de importantes empresas norte-americanas acalmaram temores de desaceleração nos lucros, particularmente no setor de tecnologia.

Reuters

20 de julho de 2012 | 13h34

Dados mostrando que o início de construções de novas moradias nos Estados Unidos cresceu em junho no ritmo mais rápido em mais de três anos também deram suporte ao mercado, depois que uma série de relatórios recentes apontaram para sinais preocupantes de que a economia estava esfriando.

Às 7h53 (horário de Brasília), o índice MSCI, que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, avançava 1,84 por cento.

O índice Nikkei do Japão fechou em alta de 0,79 por cento, mas longe das máximas, uma vez que os investidores preocuparam-se de que o yen forte poderá pressionar os exportadores, como fabricantes de automóveis e de eletrônicos.

Em Wall Street, o índice S&P 500 atingiu o maior nível desde maio, ajudado pelos resultados trimestrais da Intel e Honeywell, além dos dados de construções acima das expectativas.

"Parece-me que os investidores estavam esperando números muito negativos da Intel. A projeção da Intel foi fraca, mas nada chocante, portanto há alguma cobertura de posições vendidas agora", afirmou o estrategista sênior de investimento do Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities Norihiro Fujito.

As ações da Samsung Electronics subiram 3,6 por cento.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, avançou 1,66 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 1,66 por cento. Em Cingapura, as ações valorizaram-se 0,4 por cento, o mercado em Taiwan subiu 1,4 por cento e as ações australianas ganharam 2,02 por cento.

(Reportagem de Vikram Subhedar; reportagem adicional de Hideyuki Sano em Tóquio)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.