bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Ações caem por temores com crescimento global

Temores com o crescimento global e demanda fraca pressionaram as ações asiáticas e as commodities para baixo nesta quinta-feira, depois que dados recentes da China e dos Estados Unidos vieram abaixo das expectativas do mercado e levaram a um amplo movimento de venda nesta semana.

CHIKAKO MOGI, Reuters

18 de abril de 2013 | 07h49

Alguns investidores viram isso como uma liquidação oportuna de posições únicas construídas nos últimos meses, quando um otimismo com as perspectivas econômicas dos Estados Unidos impulsionaram as ações norte-americanas para máximas recordes e sustentaram as ações europeias em máximas de vários anos.

Às 7h44 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão caía 0,56 por cento, com o setor de materiais registrando a maior queda, de 2,5 por cento, ao passo que os preços de metais básicos e preciosos caíam.

O índice Nikkei, do Japão, caiu 1,22 por cento.

Preocupações de que o lento crescimento global irá prejudicar a demanda por matérias-primas influenciaram as ações australianas, cuja queda de 1,6 por cento foi a maior entre as bolsas regionais.

As ações da Coreia do Sul cederam 1,24 por cento, pressionadas pelo enfraquecimento das ações norte-americanas devido a resultados corporativos decepcionantes.

O mercado recuou 0,26 por cento em Hong Kong, a bolsa de Taiwan caiu 0,23 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai teve leve alta de 0,17 por cento. Cingapura avançou 0,15 por cento.

(Reportagem adicional de Maggie Lu Yueyang em Sydney, e Masayuki Kitano e Jessica Jaganathan em Cingapura)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.