Ações chinesas ficam estáveis após realização de lucros reverter ganhos com dados do PIB

As ações chinesas terminaram praticamente estáveis nesta segunda-feira com a realização de lucros revertendo os ganhos de mais cedo devido aos dados do crescimento do terceiro trimestre, que mostraram desaceleração econômica gradual mas sem sinais de um pouso forçado.

REUTERS

19 Outubro 2015 | 07h34

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen terminou estável, ficando em 3.534 pontos. O índice de Xangai caiu 0,11 por cento, para 3.387 pontos.

No terceiro trimestre o crescimento da China desacelerou para 6,9 por cento, um pouco melhor do que o esperado mas ainda o ritmo mais fraco desde a crise financeira global, reforçando as visões de que as autoridades do país vão adotar mais medidas de estímulo.

Nenhum pânico foi visto entre os investidores chineses já que a desaceleração havia sido precificada há tempos, disseram analistas.

Operadores disseram que a realização de lucros desta segunda-feira foi natural após os principais índices saltarem quase 6 por cento na semana passada, em meio a sinais de que alguns investidores voltaram ao mercado após a queda brusca de 40 por cento.

(Por Samuel Shen e Pete Sweeney)

Mais conteúdo sobre:
MACROCHINABOLSA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.