Ações chinesas lideram alta nas bolsas asiáticas

As ações asiáticas ignoraram uma queda em Wall Street e atingiram máxima de três anos nesta segunda-feira, com a China assumindo a liderança depois que dados mostraram um salto robusto nos lucros registrados por empresas industriais na segunda maior economia do mundo.

SHINICHI SAOSHIRO, REUTERS

28 de julho de 2014 | 07h51

Os lucros contabilizados por companhias industriais chinesas subiram 17,9 por cento em junho, para 588,08 bilhões de iuanes (94,98 bilhões de dólares) ante o ano anterior, subindo com força ante um crescimento de 8,9 por cento em maio, segundo a Agência Nacional de Estatísticas.

Dados recentes reforçaram as expectativas do mercado de que a economia chinesa está superando sua recente fraqueza conforme o governo usa medidas de estímulo direcionadas para sustentar o crescimento.

Às 7h42 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão avançava 0,17 por cento, a 508,93 pontos, após ter tocado a máxima de três anos de 510,01 pontos.

O índice chinês CSI300 teve salto de 2,8 por cento, com ações de bancos disparando depois que a Reuters noticiou que o quinto maior banco do país em ativos planeja buscar mais investidores privados. O índice Hang Seng de Hong Kong subiu 0,9 por cento.

O índice Nikkei de Tóquio, que atingiu uma máxima de seis meses no fechamento na sexta-feira, teve alta de 0,5 por cento.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.