Ações: cresce uso do sistema home broker

O interesse de pessoas físicas pelo mercado de ações também provocou o aumento de negociações pelo home broker - sistema de negociação da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que permite ao usuário dar ordens diretas de compra e venda por meio da Internet. Em agosto, o volume de negócios pelo home broker foi de R$ 419,659 milhões. Trata-se de um crescimento de 29,2% em relação ao mês anterior e de 43%, se comparado ao mesmo período do ano passado.O diretor da Coinvalores Corretora, Paulino Botelho, concorda que o sistema tem sido de fato mais usado, justamente pelo aumento do interesse de pessoas físicas pelo mercado de ações. "Geralmente, o público que compra e vende ações pelo home broker é mais sofisticado do que aquele que entra pela corretora. São pessoas entre 30 e 40 anos que já investem de forma independente", avalia.Botelho explica que, operando pelo home broker, o investidor também tem acesso a informações e consultoria. Porém, esse contato não vem por meio de um analista ou corretor, mas sim por relatórios eletrônicos, gráficos, balanços de empresas e preço-alvo dos papéis, que ficam disponíveis na Internet.O diretor da área de pesquisa da Planner Corretora de Valores, Luiz Antonio Vaz das Neves, também concorda que o aumento do volume de negócios pelo home broker é uma conseqüência natural do aumento da participação de pessoas físicas no mercado acionário. "As corretoras têm uma estrutura limitada para atender os investidores, pelo menos por enquanto. Com isso, por esse sistema, o investidor pode ter acesso a um grande número de informações e atuar de forma independente", afirma Neves.Segundo ele, o sistema tem sido cada vez mais usado pelo público jovem. "Esse é um tipo de investidor que está sempre atrás de informações e de forma diferenciada. Antes, se buscava a dica do corretor para a compra de ações. Agora, ele quer saber sobre o perfil detalhado da empresa para que ele mesmo decida sobre investir ou não no papel", afirma Neves.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.