Ações da Ambev despencam e Bolsa fecha em alta de 0,48%

A crise política gerada pelo caso Waldomiro Diniz ainda preocupa, mas hoje saiu do primeiro plano no mercado acionário para dar lugar à notícia de que a cervejaria belga Interbrew anunciou que terá o controle de 52,8% da Ambev. As ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da companhia despencaram 14,96%. Já as ordinárias (ON, com direito a voto) subiram 8,05%. O desempenho das ações preferenciais da Ambev está diretamente relacionado à futura emissão de 13,8 bilhões de ações para a troca com a Interbrew. Segundo apurou o jornalista Téo Takar junto ao analista da Sudameris/ABN Amro Corretora, Pedro Galdi, a diluição da participação dos acionistas preferenciais da AmBev será de 60,5%. Para os detentores das ações ordinárias pesou positivamente, ainda que haja dúvidas sobre os benefícios financeiros, a oferta de tag along ? direito que garante aos acionistas minoritários, no caso de venda do controle da companhia, as mesmas condições de oferta dadas aos controladores. O índice teórico paulista fechou em alta de 0,48% e o volume financeiro da Bolsa foi de R$ 1,328 bilhão. No mercado de juros, a inflação voltou a dar sinais de alívio, mas os investidores resistem em embarcar de vez em um movimento otimista. O conservadorismo da ata do Comitê de Política Monetária (Copom), que manteve a Selic, a taxa básica de juros da economia, em 16,5% ao ano, ainda limita as apostas em corte de juro. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), os contratos com taxas pós-fixadas (DI) e vencimento em janeiro pagaram juros de 15,58% ao ano, ante 15,54% ao ano de ontem. O dólar comercial encerrou o dia em baixa de 0,14% em relação aos últimos negócios de ontem, cotado a R$ 2,8880 na ponta de venda das operações. A moeda norte-americana iniciou o dia no patamar de R$ 2,8840 e oscilou entre a máxima de R$ 2,8940 e a mínima de R$ 2,8730. Com o resultado de hoje, o dólar acumula baixa de 0,52% no ano. Para ler mais: Fusão AmBev/Interbrew é destaque na Europa AmBev tem lucro líquido de R$ 1,411 bilhões em 2003 AmBev não está sendo comprada, diz InterBrew Lucro da Interbrew subiu 9,1% em 2003, abaixo do esperado Ações da Interbrew caem 5,35% com anúncio de acordo Ambev e Interbrew anunciam termos de troca de ações Ambev admite vazamento de informações sobre fusão Ambev será investigada por uso de informação privilegiada AmBev anuncia que negocia várias operações com Interbrew Negociação AmBev-Interbrew derruba ações na Bélgica

Agencia Estado,

03 Março 2004 | 18h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.