finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ações da Ásia disparam após ação do Fed na 6a, iene recua

As bolsas de valores da Ásia fecharamem alta nesta segunda-feira, registrando o maior ganho dosúltimos nove anos em uma sessão depois que o Federal Reservecortou sua taxa de redesconto na sexta-feira. O iene recuoujunto com uma diminuição dos temores sobre o mercado de créditoe com um crescimento no apetite dos investidores por risco. Para ajudar a combater as turbulências dos mercadoscrédito, o banco central dos Estados Unidos diminuiu a taxa deredesconto em meio ponto percentual, para 5,75 por cento, emuma medida que pegou os investidores de surpresa e fez WallStreet se recuperar. A autoridade monetária manteve em 5,25 porcento a taxa básica de juros do país. O Fed também informou "que os riscos ao crescimentoaumentaram significativamente", alterando sua percepção dainflação como sendo um ponto de atenção maior e sinalizandointeresse em tomar uma medida mais drástica para apoiar aeconomia em um cenário de aperto no crédito. O índice que reúne as principais bolsas da regiãoÁsia/Pacífico e que deixa de fora a movimentação no Japão operava em forte alta de 6,14 por cento, caminhando para omaior ganho diário desde setembro de 1998. A movimentação do indicador segue-se à desvalorização deleem 9,6 por cento na semana passada, a maior queda semana emquase uma década. A bolsa de TÓQUIO encerrou em alta de três por cento, a15.732 pontos, registrando o maior ganho diário desde julho de2006. Na sexta-feira, o mercado sofreu a maior queda diáriaquase seis anos. O risco dos países emergentes EMBI+, um importanteindicador do apetite dos investidores por risco, caía 3 pontosbásicos depois de ter aumentado mais de 15 pontos nasexta-feira. Ainda assim, bancos centrais da Ásia continuam vigilantes.O Banco da Austrália injetou no sistema bancário 2,67 bilhões edólares para conter a pressão sobre algumas taxas de juros decurto prazo. "A confiança dos investidores se recuperou um pouco. Aindaassim, há preocupações sobre quando a crise no mercado decrédito imobiliário de risco dos EUA vai terminar", disseGeorge Hsieh, que administra 545 milhões de dólares para aCapital Securities Investment Trust, em Taiwan. A mineradora global BHP Billiton disparou 7,58 por cento,também impulsionada por alta nos preços dos metais industriais. O petróleo, entretanto, tinha performance menor que outrascommodities uma vez que diminui a ameaça de interrupção defornecimento no Golfo do México, por causa do furacão Dean. A bolsa da SEUL saltou 5,69 por cento, a 1.731 pontos. EmHONG KONG, o mercado disparou quase 6 por cento, a 21.595pontos, enquanto a bolsa de XANGAI cresceu 5,33 por cento, a4.904 pontos. O mercado em TAIWAN saltou 5,26 por cento, CINGAPURAavançou mais de 6 por cento e SYDNEY subiu 4,61 por cento. REUTERS AAJ VS

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.