Ações da Ásia recuperam-se com alta do dólar

A bolsa de Tóquio fechou em alta de2,1 por cento nesta quinta-feira, recuperando-se parcialmentedo pior nível em dois anos, à medida que uma alta do dólarajudou a reduzir o temor de recessão nos Estados Unidos. Maspersistiram no pregão da região o tom de cautela e avolatilidade. Segundo analistas, ainda há muito cuidado entre osinvestidores e alguns recomendam setores defensivos comoempresas de telecomunicações e infra-estrutura como forma deproteção contra uma potencial crise no mercado. "Precisamos de mais tempo para ver o mercado num ritmofirme de recuperação", afirmou Zenshiro Mizuno, diretor sêniorda Maruasan Securities. O índice MSCI, da Ásia Pacífico exceto Japão, subia 0,72por cento, para 487 pontos, depois de ter perdido 6,7 por centonas últimas cinco sessões. A bolsa de Tóquio avançou 2,07 por cento, para 13.783pontos, a primeira alta em cinco pregões, em uma sessão volátilem que o índice chegou a cair 1,4 por cento para o menor níveldesde outubro de 2005. Na Coréia do Sul o principal índice fechou em alta de 1,09por cento, para 1.723 pontos. Os maiores ganhos vieram de empresas com alto volume deexportação, como a japonesa Honda Motor e a sul-coreana SamsungElectronics, acompanhando a alta do dólar. Por outro lado, a bolsa de Xangai caiu 2,63 por cento, para5.151 pontos, depois que o governo chinês elevou, na véspera, odepósito compulsório. O mercado da Austrália caiu 0,23 porcento, a 5.796 pontos, na nona sessão consecutiva de queda --amaior sequência em mais de 12 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.