Ações da Ásia têm pior patamar em 2 semanas por temor com EUA

As bolsas asiáticas tiveram o piornível em duas semanas nesta segunda-feira, prolongando um maucomeço em 2008, depois que dados ruins sobre emprego nosEstados Unidos reforçaram os temores de uma recessão no maiordestino de exportações da região. "Os dados ruins referentes a empregos nos EUA reforçam apreocupação de que a crise de hipotecas de risco (subprime)está direcionando a economia do país para uma recessão",afirmou Kim Young-gak, analista na Hyundai Securities. "Agora parece que o Federal Reserve irá quase certamentecortar a taxa de juros em pelo menos 0,25 ponto percentualneste mês". O MSCI, índice de ações da Ásia Pacífico exceto Japão,perdia 2,3 por cento. Mais cedo, o MSCI havia atingido seu piornível desde 21 de dezembro, e acumula baixa de 3,3 por cento em2008. A bolsa de Tóquio recuou para seu patamar mais baixo em 17meses, caindo 1,3 por cento, depois de despencar 4 por cento nasexta-feira. A bolsa de Taiwan cedeu 4,1 por cento, enquanto mercadoscomo o da Austrália, Hong Kong e Cingapura caíram mais de 2 porcento cada. As ações de fabricantes de processadores estavam entre asmais desvalorizadas, intensificando suas perdas recentesseguindo o rebaixamento de companhias do setor por duascorretoras norte-americanas na semana passada. Na contramão, empresas relacionadas à infra-estrutura naChina subiam seguindo as notícias de novos contratos vencidosno setor. "O mercado ainda está ajustando sua visão de como umadesaceleração nos EUA irá afetar a Ásia", afirmou Gerrard Katz,chefe de câmbio na Standard Chartered, em Hong Kong.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.