Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Ações da Bombardier sobem com notícia de contrato

As ações da Bombardier reagiram em alta ao anúncio feito ontem em Davos por Brian Tobin, ministro da Indústria do Canadá, sobre a proximidade do fechamento do contrato de cerca de R$ 4 bi entre a Bombardier e a norte-americana Air Wisconsin para a venda de 50 jatos mais 75 opções. O governo canadense está subsidiando a operação, num esforço que teria resultado na derrota da proposta feita pela brasileira Embraer, que estava na disputa. O presidente da Bombardier, Laurent Beaudoin, também confirmou que está próxima a assinatura do contrato, ajudando no desempenho positivo dos papéis da empresa. Na Bolsa de Toronto, as ações subiram ontem (negócios hoje ainda não abriram) o equivalente a R$ 1,22 (0,93 centavos de dólar canadense) para R$ 31,5 ($ 24,67).

Agencia Estado,

30 de janeiro de 2001 | 12h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.