Wilton Junior|Estadão
Wilton Junior|Estadão

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ações da Eletrobrás têm movimento acima da média recente antes do anúncio de privatização

Giro de ações foi considerado atípico e chama a atenção dos operadores de mercado; em alguns dias, negociação foi impulsionado pela divulgação da proposta de aprimoramento do marco regulatório do setor elétrico

Karin Sato, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2017 | 18h21

Os pregões que antecederam o anúncio da pretensão do governo de privatizar a Eletrobrás contaram com movimentação acima da média recente para os papéis da empresa de energia, na avaliação de profissionais do mercado. A divulgação pela companhia ao mercado foi realizada na última segunda-feira, 21, apenas após o fechamento do pregão. Porém, a ação ordinária e a preferencial encerraram a sessão com a terceira e a quinta maiores variações de alta do Ibovespa, que no mesmo dia recuou 0,12%, aos 68.634,64 pontos.

A ação ordinária avançou 3,35%, enquanto a preferencial teve ganho de 2,65%. Nas cotações máximas do dia, os papéis chegaram a subir 3,93% e 3,28%, conforme dados do Estadão/Broadcast. Ambas passaram boa parte da manhã na liderança das variações positivas do Ibovespa, sem que operadores e analistas pudessem apontar uma razão específica para o movimento.

Além disso, o volume de negociação do papel ordinário aumentou nos três pregões que antecederam o anúncio. A média diária de negociação, no cálculo mensal, variou entre cerca de R$ 22 milhões e R$ 30 milhões nos últimos seis meses - o giro, em alguns dias, foi impulsionado pela divulgação da proposta de aprimoramento do marco regulatório do setor elétrico e pelo pessimismo entre investidores causado pelas denúncias envolvendo o presidente Michel Temer, que vieram à tona com declarações de executivos da JBS.

A cifra, no entanto, foi de R$ 38,420 milhões na quinta-feira, 17, R$ 51,610 milhões na sexta-feira, 18 e R$ 37,520 milhões na segunda-feira, 21. Nos pregões que completam a semana passada, dos dias 16, 15 e 14, o giro havia ficado entre R$ 18 milhões e R$ 21,7 milhões. 

Tudo o que sabemos sobre:
EletrobrásAçõesPrivatização

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.