Scott Olson/AFP - 30/4/2013
Scott Olson/AFP - 30/4/2013

coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Ações da Kodak disparam na Bolsa de Nova York após empréstimo dos EUA para produção de remédios

Empresa pioneira do ramo da fotografia vai produzir insumos para medicamentos genéricos, após obter crédito de US$ 765 milhões

Redação, O Estado de S.Paulo

29 de julho de 2020 | 12h33
Atualizado 29 de julho de 2020 | 19h00

As ações da Kodak fecharam com impressionante alta de 318,14% na Bolsa de Nova York nesta quarta-feira, 29, repercutindo o anúncio de que a empresa, pioneira do ramo da fotografia, vai produzir insumos para medicamentos genéricos, após empréstimo de US$ 765 milhões do governo dos Estados Unidos

Diante da variação extrema, as negociações dos papeis foram paralisadas diversas vezes durante o pregão. Às 11h52, os negócios foram rapidamente retomados, mas pararam outra vez, enquanto o papel exibia alta de 301,76%, a US$ 31,90. Em um momento da sessão, as ações chegaram a disparar mais de 500%.

O empréstimo, anunciado na terça-feira, 28, é o primeiro do gênero obtido por meio da Lei de Produção para a Defesa Nacional, da qual o governo fez uso anteriormente para acelerar a produção de suprimentos relacionados à covid-19, como ventiladores.

A ideia é que a Kodak ajude a acelerar produção americana de medicamentos, o que pode diminuir a dependência do país de fornecedores estrangeiros. A empresa está se preparando para produzir insumos para medicamentos genéricos, incluindo a hidroxicloroquina antimalárica que o presidente americano, Donald Trump, utilizou como prevenção ao novo coronavírus. 

Trump exaltou o acordo de empréstimo. "A ação de hoje é nosso passo mais recente para criar o maior arsenal médico da História", disse o republicano, ao chamar o pacto de "histórico"./COM DOW JONES NEWSWIRES 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.