Ações da Merck caem com erro de contabilidade

As ações da Merck & Co despencavam 15% nas transações realizadas na Alemanha nesta manhã, após a empresa norte-americana ter informado sexta-feira que contabilizou US$ 12,4 bilhões em receitas que nunca foram recebidas pela sua subsidiária Medco Health Solutions. Os papéis da companhia, que fazem parte do índice Dow Jones da Bolsa de Nova York, recuaram a US$ 41,37 na Alemanha, após fecharem a US$ 48,86 na sexta-feira nos EUA. A Medco Health Solutions Inc., unidade que presta assessoria de controle de custos com assistência médica para empresas e seguradoras, incluiu como parte de suas receitas pagamentos cobrados por farmácias de clientes finais na intermediação de seguro para remédios, mesmo sem ter efetivamente recebido esses valores. Segundo o The Wall Street Journal, esses pagamentos de intermediação representaram 10% de todo o faturamento da Merck entre 1999 e 2001. Em abril, a Merck já havia enviado um comunicado à Securities & Exchange Commission (SEC, o órgão regulador do mercado acionário norte-americano) sobre a prática contábil, em razão dos preparativos para a oferta pública inicial das ações da Medco. Mas apenas com o envio de um outro comunicado, na sexta-feira, é que a companhia informou o montante de receitas geradas pela prática, que a Merck diz estar dentro dos padrões contábeis dos EUA.

Agencia Estado,

08 de julho de 2002 | 09h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.