Ações da Petrobrás sustentam alta de 1,67% do Ibovespa

A recuperação das ações da Petrobrás sustentou o principal índice da bolsa brasileira ontem, em um pregão de tendência indefinida no mercado internacional. O Ibovespa subiu 1,67%, para 70.740 pontos. O giro do pregão foi de R$ 7,02 bilhões.

REUTERS, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2010 | 00h00

As ações preferenciais (PN) da Petrobrás tiveram forte alta de 5,21%, a R$ 25,85. Os papéis ordinários (ON) subiram 4,56%, para R$ 28,45.

Segundo analistas, a alta dos papéis foi um movimento natural, após a queda das ações por causa da capitalização da empresa e da posterior revisão negativa realizada pelos bancos. "Parou o fluxo de venda no papel e ele começou a andar. Estava muito atrasado e continua muito atrasado", ressaltou Rossano Oltramari, analista da XP Corretora.

Ainda assim, os papéis PN da Petrobrás acumulam baixa de 28% e os ON têm queda de 30,3% no ano. No mesmo período, o Ibovespa tem alta de 3,14%

Com metade do volume das ações preferenciais da Petrobrás, o papel PN da Vale subiu 1,44%, cotado a 49,20 reais.

A mineradora anuncia hoje balanço do terceiro trimestre após o fechamento da bolsa. A expectativa do mercado é de otimismo para o anúncio dos resultados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.