R$ 1,57 bi

E-Investidor: Tesouro Direto atrai mais jovens e bate recorde de captação

Ações de bancos pequenos disparam na Bovespa com medidas do CMN

Ações de bancos de pequeno porte disparavam na Bovespa nesta quinta-feira, seguindo-se ao anúncio de um programa do governo para ampliar a capacidade dessas instituições para conceder empréstimos.

REUTERS

26 de março de 2009 | 14h50

Dentre os destaques, BicBanco decolava mais de 10 por cento, a 4,58 reais. Banco ABC crescia 8,16 por cento, para 5,57 reais. Daycoval era elevado em 7,97 por cento, para 4,74 reais. Pine ganhava 4,41 por cento, avaliado em 6,16 reais. Indusval subia 4,63 por cento, negociado a 5,65 reais.

No mesmo instante, o Ibovespa, principal índice da bolsa paulista, tinha alta de 1,6 por cento.

O programa anunciado pelo governo nesta tarde prevê que o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) vai dar garantias aos CDBs emitidos por esses bancos, num teto de até 5 bilhões de reais por instituição.

O prazo mínimo dos CDBs será de 6 meses, podendo chegar a até 5 anos e o montante elegível do programa pode chegar a mais de 100 bilhões de reais.

(Reportagem de Aluísio Alves; Edição de Alberto Alerigi Jr.)

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSMEDIOSACOESCMN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.