Ações de bancos superam Ibovespa

O setor de bancos, considerado o "porto seguro" do mercado de ações, vem registrando desempenho negativo. De acordo com estudo da Economática, no acumulado do ano, até o dia 10 de setembro, a queda é de 1,5%. Se comparado ao Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) - o resultado não é tão ruim. A baixa acumulada pelo índice no mesmo período é de 26,64%. Para se ter uma idéia, o setor com melhor desempenho é o de construção. Para as dez empresas que o compõem, a alta acumulada no período é de 49,3%.O estudo da Economática analisou também as 17 ações do setor de bancos. Delas, apenas quatro fazem parte do Ibovespa e o único papel a apresentar alta são as ações preferenciais (PN, sem direito a voto) do Banespa. O desempenho acumulado no período é de 2%. As demais registram baixa. As ações PN do Banco do Brasil acumulam queda de 9,5%. Para Itaubanco PN, a baixa é de 20,2%. Já as preferenciais do Bradesco registram desempenho negativo de 22,5% no período analisado. Veja abaixo o desempenho das 17 ações e dos setores analisados pela Economática:AçõesDesempenho (%)Banrisul PN70,3Alfa Investimentos PN56,9Banestado PN52,9Besc PNB12,3Mercantil de S. Paulo PN4,9Alfa Financeira PN4,5Banespa PN2,0Sudameris ON- 3,7Bemge PN- 7,6Banese PN- 7,7Brasil PN- 9,5Mercantil do Brasil PN- 15,0Itaubanco PN- 20,2Bradesco PN- 22,5Unibanco PN- 23,4Amazonia ON- 50,3Nordeste Brasil PN- 68,9Fonte: EconomáticaEmpresasSetoresDesempenho (%)10 Construção49,33Mineração33,430Siderurgia e Metalúrgica22,026Química16,17Comércio14,411Eletroeletrônicos14,315Alimentos e bebidas8,69Papel e Celulose7,210Máquinas industriais3,017Veículos e peças1,217Bancos e Financeiras- 1,53Minerais- 2,031Outros- 3,27Petróleo e gasolina- 7,224Têxtil- 7,728Energia elétrica- 15,34Transportes e serviços- 26,328Telecomunicações- 28,0Fonte: EconomáticaVeja no link abaixo comentário de especialistas sobre o investimento em ações de bancos e estudo sobre os lucros das empresas desse setor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.