coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Ações de despejo crescem 22% em janeiro em SP

O total de ações de despejo por falta de pagamento na capital paulista aumentou 22% em janeiro, na comparação com dezembro, segundo levantamento do Fórum de Justiça de São Paulo e da administradora de condomínios Hubert. Os processos levados à Justiça contra inquilinos inadimplentes aumentou de 1.080 para 1.368, crescimento que acompanha, de acordo com dados do Banco Central (BC), a inadimplência de setores como o de financiamento de veículos e de crédito concedido pelas instituições financeiras.Na opinião do diretor do Grupo Hubert, Hubert Gebara, o aumento das ações de despejo está de acordo com o ciclo de altas nas locações observado no quarto trimestre de 2008. "Com locadores procurando trocar de inquilino para obter aluguéis condizentes com o ciclo de alta das locações, o avanço das ações de despejo por falta de pagamento em janeiro é uma consequência desse processo", explica.O levantamento também aponta que o crescimento no número de ações é o primeiro dos últimos três meses - em novembro houve uma queda recorde de 21% ante o mês anterior. Para Hubert, o temor do desemprego tem de certa forma assustado os locadores e os impelido a entrar na Justiça contra os inadimplentes. No entanto, segundo ele, pesou mais no resultado a demanda acumulada devido à interrupção dos trabalhos no Fórum da Capital durante o período de 18 de dezembro a 6 de janeiro.

GUSTAVO URIBE, Agencia Estado

26 de fevereiro de 2009 | 15h55

Tudo o que sabemos sobre:
imóveisalugueldespejo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.