Ações de fabricantes de celulares caem na Europa

As ações das empresas fabricantes de telefones e redes celulares seguem fortemente pressionadas por vendas na Europa, refletindo as projeções de arrefecimento da demanda por esses equipamentos. As ações da Nokia estavam em baixa de 7%, a 31,06 euros, com um forte volume de 23 milhões de ações negociadas na Bolsa de Helsinque. O papel chegou a cair, por um breve momento, a 30,57 euros, a mínima em 15 meses. Em Estocolmo, as ações da Ericsson recuavam 5,9%, para 96 coroas suecas, após terem sido negociadas a 94,5 coroas suecas, também no menor nível em 15 meses. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.