finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ações de tecnologia incentivam mercados na Ásia e iene recua

As bolsas de valores da Ásiaencerraram a sexta-feira no melhor nível em três semanas depoisque forte lucro da fabricante de comutadores Dell impulsionouações do setor de tecnologia. A notícia de que o presidentenorte-americano, George W. Bush, vai propor reformas paraajudar proprietários de casas com hipotecas de risco tambémincentivou o bom humor dos investidores. Os seguros Treasuries e bônus do governo do Japão caíram,enquanto o iene chegou a tocar o ponto mais baixo em uma semanacontra o euro e o dólar, depois que a demanda por ativos maisarriscados financiados pela moeda japonesa cresceu. Os comentários do presidente do Federal Reserve, BenBernanke, mais tarde nesta sexta-feira, serão atentamenteobservados pelos mercados financeiros, que já estão esperandoum corte no juro dos Estados Unidos em pelo menos 0,25 pontopercentual na reunião de 18 de setembro. O tema da fala deBernanke será "Moradia e Política Monetária". Bush deve propor reformas nesta sexta-feira direcionadas aajudar os proprietários de casas a evitar o calote de suashipotecas. Será a primeira medida pública do presidentenorte-americano sobre a crise que tem tumultuado os mercadosfinanceiros ao redor do mundo nas últimas semanas. "Os investidores estão vendo com bons olhos essasnotícias", disse Tatsuyuki Kawasaki, gerente geral da MiralSecurities. "Será uma história diferente se o Fed decidir nãoreduzir o juro", acrescentou. O índice MSCI que reúne os principais mercados da Ásia,menos o Japão, avançava 2,35 por cento, a 475,99 pontos. Oindicador acumula valorização de cerca de 19 por cento emrelação ao tombo sofrido em 17 de agosto, mas ainda está cercade 6 por cento abaixo do patamar recorde definido em 24 dejulho. Os mercados estão operando em alta desde que o Fed cortou ataxa de redesconto em 17 de agosto e bancos centrais ao redordo mundo têm injetado dinheiro em seus sistemas bancários paracombater um aperto global de crédito disparado pela crise nomercado hipotecário de risco dos EUA. A bolsa de Tóquio subiu 2,57 por cento, a 16.569 pontos,encerrando em alta pela segunda semana consecutiva. Em HongKong houve valorização de 2,13 por cento, Cingapura subiu 2,16por cento e Sydney avançou 1,83 por cento. O mercado da Índiaregistrou valorização 1,3 por cento. Taiwan registrou avanço de 2,41 por cento e a bolsa deXangai subiu 0,99 por cento.

IUAN CHUA, REUTERS

31 de agosto de 2007 | 08h05

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.