Ações do ‘Estadão’ vencem o Wave Festival

Foram oito prêmios em um dos maiores eventos de publicidade da América Latina

O Estado de S.Paulo

28 Maio 2018 | 04h00

Ações desenvolvidas pelo Media Lab Estadão conquistaram oito prêmios no Wave Festival, um dos maiores eventos de publicidade da América Latina. Os prêmios se dividiram entre quatro campanhas: Cem Coisas para Fazer no Brasil Antes de Morrer, Placar da Guerra, Brasil em Quadrinhos e As Coisas Mudam Rápido. Todas as iniciativas foram desenvolvidas pela agência FCB Brasil.

Para chamar a atenção sobre a violência no Brasil foi criado o Placar da Guerra. A ação mostra que o total de homicídios no Brasil é superior ao registrado em países em guerra, como Síria, Iraque e Líbia.

Na mesma linha, o livro Cem Coisas para Fazer no Brasil Antes de Morrer reuniu cem reportagens do Estadão que contam histórias de pessoas que foram assassinadas enquanto realizavam tarefas corriqueiras.

A terceira ação, Brasil em Quadrinhos, reproduziu cenas típicas da política e da corrupção. Entre as situações retratadas estão deputados escondendo dinheiro na calça, funcionários dormindo em horário de trabalho e carros públicos estacionados em locais proibidos.

Também foi premiada a campanha para comunicar a nova home do portal do Estadão. As Coisas Mudam Rápido mostra que notícias podem mudar de um minuto para outro: foi o caso do Oscar 2017. Primeiro, foi anunciado que La La Land havia vencido, só para ser revelado que Moonlight era o real premiado.

“São campanhas que ressaltam a preocupação do jornal em promover o debate, questionar e denunciar”, disse Joanna Monteiro, vice-presidente de criação da FCB. “Temos desenvolvido um trabalho e consistente, seja comunicando o lançamento de um produto, seja promovendo a conscientização sobre problemas do Brasil”, afirma Marcelo de Moraes, diretor de marketing do Estadão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.