Ações do jornal Clarín estão à venda

O grupo argentino de comunicação Clarín, dono do diário de maior circulação no país, Clarín, deu início à oferta pública de ações, que vai até a próxima quinta-feira. O conglomerado, dono de jornais, rádios, canais de televisão e provedor de internet, está oferecendo nos mercados de Argentina e Estados Unidos 50 milhões de ações, das quais 15 milhões correspondem a uma nova subscrição. O preço por ação deve ficar entre US$ 8,8 e US$ 11, segundo nota emitida pela empresa e enviada à Bolsa de Comércio de Buenos Aires. O capital acionário do grupo Clarín está sob controle de quatro acionistas argentinos (82%) e Goldman Sachs (18%) .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.