Ações em Tóquio despencam após Japão entrar em recessão

Ações em Tóquio despencam após Japão entrar em recessão

A economia do país encolheu 1,6% no terceiro trimestre deste ano; a previsão era de um crescimento de 2,1%

LISA TWARONITE, REUTERS

17 de novembro de 2014 | 07h52

As ações japonesas marcaram a maior queda diária desde agosto nesta segunda-feira após o Japão ter caído inesperadamente em recessão no terceiro trimestre.

Às 7h46 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão recuava 0,65 por cento, depois que os dados decepcionantes sobre crescimento no Japão levaram o índice Nikkei a uma queda de quase 3 por cento.

A economia do Japão entrou em recessão ao encolher 1,6 por cento no terceiro trimestre deste ano, em dados anualizados, muito pior do que a previsão de crescimento de 2,1 por cento de economistas em pesquisa da Reuters. O número veio após a contração de 7,3 por cento no segundo trimestre, em números revisados, que foi a maior desde o terremoto e o tsunami de março de 2011.

Já as ações de Hong Kong abriram em alta de cerca de 1 por cento, mas rapidamente anularam os ganhos e fecharam em queda de 1,2 por cento, com sinais de realização de lucro por operadores que haviam se posicionado para o lançamento do esquema de conexão entre bolsas de valores, que permitirá que investidores de Hong Kong e Xangai comprem e vendam ações nas bolsas uns dos outros.

"O mercado já havia respondido à conexão entre as bolsas", disse o analista sênior de investimento da Harris Fraser (International), em Hong Kong, Andy Wong, referindo-se ao mercado de Hong Kong. "Investidores de curto prazo estão realizando lucros no mercado".

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.