Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Ações europeias fecham em alta e bolsa de Lisboa é destaque com BES

O índice FTSEurofirst 300 fechou com alta de 0,14 por cento, a 1.375 pontos

SUDI, REUTERS

23 de julho de 2014 | 14h50

A bolsa de valores de Lisboa teve desempenho superior ao de outras praças europeias nesta quarta-feira, disparando após investidores comprarem fatias no Banco Espírito Santo (BES).

O índice FTSEurofirst 300 fechou com alta de 0,14 por cento, a 1.375 pontos.

O FTSEurofirst recuou na semana passada após um avião malaio ser abatido em 17 de julho em território rebelde no leste da Ucrânia, onde Kiev enfrenta dificuldades para conter uma rebelião de separatistas pró-Rússia, matando 298 pessoas.

Potências ocidentais tem acusado os rebeldes pró-Rússia de ter derrubado o avião por engano e a União Europeia levantou a possibilidade de restringir o acesso russo aos mercados de capitais e à tecbnologia de defesa e energia europeus.

O chefe de blue chips europeias da Pioneer Investments, Andrew Arbuthnott, disse que embora a incerteza sobre a Ucrânia possa resultar em mais volatilidade nas ações, as bolsas ainda devem oferecer bons retornos a investidores neste ano.

"De maneira geral, acreditamos que 2014 pode ser outro ano de retorno total positivo para o mercado europeu, mas a volatilidade associada com esses retornos deve ser mais alta", afirmou.

Nesta sessão, o ânimo de investidores foi alimentado por notícias de que duas importantes instituições dos Estados Unidos agora detêm participação combinada de 5 por cento no BES.

O BES tem sido golpeado por preocupações com sua exposição às dívidas de sua família fundadora, mas a chegada de novos investidores impulsionou a ação do banco a uma alta de 14,35 por cento nesta quarta.

Em LONDRES, o índice Financial Times teve oscilação positiva de 0,04 por cento, a 6.798 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,20 por cento, a 9.753 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,16 por cento, a 4.376 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,20 por cento, a 20.831 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,10 por cento, a 10.659 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 1,65 por cento, a 6.377 pontos.

(Reportagem de Sudip Kar-Gupta)

((Tradução Redação São Paulo; 55 11 5644 7757)) REUTERS BBF PD CB

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.