Ações européias fecham em queda com baixa das commodities

As bolsas européias fecharam em quedanesta quinta-feira, perdendo o chão pela quinta sessãoconsecutiva à medida que ações de mineradoras e do setor deenergia recuaram acompanhando os preços das commodities em meioa preocupações com a demanda e o crescimento econômico global. Mas a alta das ações das empresas farmacêuticas e de algunsbancos europeus ajudou a conter a queda. Segundo dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300, quereúne as principais ações das empresas européias, caiu 0,26 porcento, para 1.227 pontos. O índice, que está caminhando para o seu pior trimestredesde o terceiro trimestre de 2002, fechou a semana com baixaacumulada de 2,2 por cento. Os principais mercados europeus não abrirão nestasexta-feira devido o feriado de Sexta-Feira Santa. "Existe uma pequena dúvida em nossa mente, de que ascommodities estão enfrentando o mesmo estouro de bolha quelevou a toda essa tensão em áreas como derivativos estruturados--e seu colapso subsequente", disse Steve Barrow, chefe deestratégia de câmbio do Bear Stearns. "Consequentemente nós sempre devemos estarmos prontos paraadmitir que os preços das commodities irão cair fortemente emalgum momento. A questão é se o momento é agora." Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de0,91 por cento, a 5.495 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX retrocedeu 0,65 por cento, para6.319 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,49 por cento, para 4.533pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,47 porcento, a 23.114 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 fechou estável a 12.964 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve baixa de 0,11 por cento,para 10.049 pontos. (Reportagem Blaise Robinson)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.