Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Ações européias fecham no menor nível em 6 semanas

As ações européias fecharam em quedanesta quinta-feira, encerrando no nível mais baixo em seissemanas à medida que preocupações persistentes com o créditocontinuam pressionando as ações do setor bancário. Mas a queda foi contida pela alta nas ações do setor demineração, que foram impulsionadas pela proposta da BHPBilliton de aquisição da rival Rio Tinto . As ações da RioTinto subiram 22 por cento, enquanto a BHP caiu 5,8 por cento. As ações da Siemens subiram 8,6 por cento e ajudaram aamortecer a queda do índice. O grupo industrial divulgouresultados trimestrais acima do esperado. O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais açõeseuropéias, caiu 0,45 por cento, para 1.536 pontos. Investidores continuaram se preocupando com o mercadonorte-americano de hipotecas de alto risco e seu impacto nosresultados dos bancos. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,05por cento, a 6.381 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX avançou 0,25 por cento, para7.819 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,91 por cento, para 5.631pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 1,75 porcento, a 30.009 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou valorização de 0,66por cento, para 15.945 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve alta de 1,40 por cento, para13.044 pontos.

REUTERS

08 de novembro de 2007 | 15h18

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.