finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Ações europeias sobem por otimismo com balanços; GKN salta

As bolsas europeias fecharam em alta nesta terça-feira, com balanços fortes de companhias como a engenheira GKN e a varejista Next compensando a ameaça à economia da região de novas sanções contra a Rússia.

ATUL PRAKASH, REUTERS

29 de julho de 2014 | 14h01

O índice FTSEurofirst 300, que reúne os principais papéis do continente, subiu 0,28 por cento, a 1.373 pontos.

A ação da GKN saltou 6,7 por cento após sua divisão de autopeças impulsionar seu lucro no primeiro semestre, enquanto o papel da rede de comércio de roupas Next ganhou 2,6 por cento após aumentar sua estimativa de vendas e lucro anuais. O papel da companhia de telecomunicações Orange subiu 1,8 por cento após a divulgação de seus resultados.

"Os mercados estão recebendo um estímulo de balanços melhores que o esperado. É compreensível por que os mercados continuam avançando mesmo com os atuais riscos geopolíticos", disse o chefe de estratégia em ações do H2O Markets, Michael Jarman.

"No entanto, eu acredito que os preços estão no valor justo e vejo potencial limitado de maiores retornos... então investidores deveriam começar a considerar proteger seus portfólios", acrescentou.

Mas investidores adotaram cautela diante do risco de mais sanções contra a Rússia.

O papel da petroleira BP caiu 2,5 por cento, apesar de registrar aumento de 34 por cento no lucro. A BP informou que mais sanções "poderiam ter impacto adverso importante" em sua joint venture na Rússia.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,29 por cento, a 6.807 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 0,58 por cento, a 9.653 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,48 por cento, a 4.365 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve valorização de 0,7 por cento, a 21.085 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,2 por cento, a 10.901 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 1,29 por cento, a 6.384 pontos.

((Tradução Redação São Paulo; 55 11 5644 7757)) REUTERS BBF CMO

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.