Ações fecham em queda na Europa, mas bancos amenizam baixa

As ações européias fecharam em quedanesta terça-feira lideradas pelas baixas das ações energéticas,mas as perdas foram contidas por uma forte alta nos papéis dosetor financeiro após o Barclays reassegurar aos investidores aprevisão de aumento em seu lucro de 2007. Segundo dados preliminares, o índice FTSEurofirst 300, quereúne as principais ações das empresas européias, caiu 0,33 porcento, para 1.462 pontos, bem acima da mínima do dia de 1.447pontos. O índice acumula mais de 1 por cento de queda neste ano emais de 8 por cento neste mês, o que torna novembro no pior mêsde negócios em quase cinco anos. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em queda de0,64 por cento, a 6.140 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 0,48 por cento, para7.531 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,44 por cento, para 5.434pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em baixa de 0,14 porcento, a 28.935 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,1por cento, para 15.315 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve baixa de 0,35 por cento,para 12.877 pontos. (Por Amanda Cooper)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.