Ações na Ásia recuam após corte modesto de juro dos EUA

A decepção com o modesto corte de 0,25ponto percentual no juro dos Estados Unidos pesou sobre asações asiáticas nesta quarta-feira, mas as expectativas denovas reduções pelo Federal Reserve ajudaram a limitar asperdas e ampliaram a demanda por bônus governamentais. Os preços dos metais básicos caíram e o petróleo operava nopatamar de 90 dólares o barril. O banco central dos EUA reduziu a taxa básica de juro dopaís de 4,5 para 4,25 por cento na terça-feira, decepcionandomuitos dos que esperavam um corte de 0,5 ponto percentual paraajudar a maior economia do mundo a lidar com a crise do mercadoimobiliário e restrições de crédito. "A preocupação ainda existe de que os EUA cairão emrecessão e as pessoas esperam que o Fed reduza as taxas osuficiente", disse Steven Robinson, gerente de fundos daAlleron Investment Management, na Austrália. Os mercados asiáticos chegaram a cair fortemente durante asessão, mas reduziram as perdas depois que investidoresapostaram que o Fed fará mais cortes de juros nos próximosmeses. A maior parte dos analistas de Wall Street espera novaredução em janeiro, de acordo com pesquisa da Reuters. "Existe um senso de que o Fed pode agir de novo em janeiro,o que dá algum suporte ao mercado", disse Takahiko Murai,gerente geral de ações na Nozomi Securities. A bolsa de TÓQUIO encerrou em queda de 0,7 por cento, para15.932 pontos, depois de chegar a recuar 2,1 por cento maiscedo. Enquanto isso, o índice MSCI que reúne os outros principaismercados da região Ásia-Pacífico caía 1,44 por cento, para541,78 pontos. A bolsa de SEUL subiu 0,12 por cento, a 1.927 pontos,apoiada em rumores confirmados de que o governo está comprandoações locais no mercado. HONG KONG recuou 2,41 por cento, para 28.521 pontos, XANGAIcaiu 1,54 por cento e TAIWAN teve desvalorização de 1,71 porcento. CINGAPURA apresentou queda de 1,11 por cento e SYDNEY caiu0,98 por cento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.