coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Ações na Ásia recuam com preocupação com EUA e queda do dólar

As bolsas de valores da Ásiaencerraram em queda nesta segunda-feira, depois que resultadosfracos de empresas norte-americanas renovaram preocupaçõessobre a crise do mercado imobiliário do país poder afetar ocrescimento da maior economia do mundo. Operadores informaram que as ações recuaram na esteira deWall Street, que registrou na sexta-feira a maior queda em doismeses, deixando o mercado ainda mais nervoso diante do 20oaniversário do crash das bolsas em 1987. O dólar também recuou após a queda nas bolsas dos EUA eacompanhou a aparente indiferença do G7 sobre a fraqueza damoeda, durante a reunião dos ministros de Finanças dos paísesdo grupo, realizada em Washington, na sexta-feira. "O comunicado do G7 efetivamente dá luz verde para acontinuação da venda do dólar", disse Michael Woolfolk,estrategista de câmbio do Bank of New York Mellon, durante ofim de semana. Às 7h50 (horário de Brasília), o índice MSCI que acompanhao desempenho das bolsas da região Ásia-Pacífico menos o mercadojaponês exibia queda de 2,47 por cento, a 542,49 pontos. Orecuo é o mais forte desde a queda ocorrida em 16 de agosto. Resultados fracos de empresas nos EUA e comentários daCaterpillar, a maior fabricante mundial de equipamentos paramovimentação de terra e mineração, definiram o mau humor dosmercados. Nas declarações mais fortes até agora de que a crise nomercado imobiliário dos EUA está tendo efeitos em outrossetores da economia, a Caterpillar afirmou na sexta-feira quevários setores importantes que atende estão em recessão. "Parece que os investidores estão pânico pelo o que foiconsiderado como a primeira evidência tangível de que a criseimobiliária e de crédito estão impactando negativamente naeconomia mais ampla", disse Guy Hutchings, presidente-executivoda MFS Investment Management, na Austrália. A bolsa de Tóquio fechou em baixa de 2,24 por cento, a16.438 pontos. Honda e Canon voltadas ao setor exportador,recuaram cerca de 1 por cento. Na Coréia do Sul, a bolsa de Seul caiu 3,36 por cento, a1.903 pontos. A ação da Hyundai Motor recuou 1,54 por cento. A bolsa de Hong Kong se desvalorizou em 3,7 por cento, a28.373 pontos, enquanto o mercado em Xangai caiu 2,59 por centoe Taiwan teve queda de 2,61 por cento. Cingapura registrou baixa de 2,81 por cento e Sydney caiu1,92 por cento. O dólar atingiu o menor nível contra uma cesta de moedasimportantes . O euro, enquanto isso, saltou para um recorde de1,4350 dólar.

IAN CHUA, REUTERS

22 de outubro de 2007 | 11h24

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.