Ações podem subir se juros caírem

No mercado acionário, a expectativa em relação à queda das taxas de juros é muito grande. Caso isso se confirme, o investimento em ações tende a ficar mais atraente em relação às aplicações atreladas aos juros. Porém, isso não significa que o período de oscilações passou. Há especialistas no mercado financeiro que acreditam em uma alta nas taxas de juros dos Estados Unidos em agosto, quando o FED se reúne novamente.Por isso, o investidor deve continuar cauteloso e colocar apenas uma parte de seus recursos na compra de ações. Vale destacar que ações são um investimento de risco, pois não existe nenhuma garantia de rentabilidade em qualquer período especificado. Deve entrar nesse mercado apenas quem pode esperar por um período indefinido para conseguir o rendimento desejado.A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em baixa de 0,07% e há pouco operava em queda de 1,23%. As ações preferenciais (PN, sem direito a voto) da Telesp estão em queda de 4,20%. Nos últimos dias esses papéis têm puxado para baixo o Ibovespa - Índice que mede a valorização das empresas mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).A Nasdaq - bolsa norte-americana que negocia as ações de empresas do setor de tecnologia - está em queda de 1,36% e o Índice Dow Jones - que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Nova Iorque - está em queda de 1,01%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.