Ações sobem com sinais de avanço em acordo para Grécia

As ações asiáticas subiram nesta sexta-feira, numa sessão em que a bolsa japonesa permaneceu fechada e após o feriado norte-americano do Dia de Ação de Graças. Progressos reportados nas negociações sobre a dívida grega para ajudar o país a administrar sua enorme dívida e garantir mais pagamentos de resgate influenciaram o movimento.

Reuters

23 de novembro de 2012 | 08h55

Às 8h39 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,74 por cento, caminhando para um ganho semanal de 2,6 por cento, o melhor resultado em dois meses.

Os credores internacionais da Grécia concordaram com novas medidas para reduzir mais a dívida do país, mas ainda é preciso preencher um déficit de 10 bilhões de euros para conseguir a aprovação do Fundo Monetário Internacional (FMI), afirmou nesta sexta-feira uma autoridade do governo grego.

Além disso, os credores internacionais da Grécia estão considerando fazer o Banco Central Europeu (BCE) abrir mão de 9 bilhões de euros em lucros sobre sua parcela da dívida grega como parte das opções para tornar a dívida do país sustentável, afirmou uma fonte do Ministério das Finanças da Grécia.

As ações australianas, por sua vez, anularam perdas iniciais e encerraram estáveis nesta sexta-feira, com o mercado mais fraco depois que Wall Street ficou fechado na véspera devido ao feriado do Dia de Ação de Graças.

"As ações parecem satisfeitas com apenas entrar no final de semana, com os traders sabendo que pode haver mais volatilidade chegando", afirmou o operador sênior do CMC Markets, Tim Waterer.

As ações de Hong Kong avançaram, registrando a melhor semana em dois meses e meio, com alta de 0,79 por cento, o maior nível de fechamento desde 7 de novembro. O índice acumulou ganhos de 3,6 por cento esta semana.

O índice de Seul encerrou em alta de 0,62 por cento e a bolsa de Taiwan saltou 3,10 por cento. O índice referencial de Xangai ganhou 0,58 por cento, enquanto Cingapura teve ligeira alta de 0,09 por cento.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.