Ações sobem na Europa com esperança de recuperação de bancos

As ações européias subiam no início desta quinta-feira com a aprovação do plano de 700 bilhões de dólares para o setor financeiro pelo Senado dos Estados Unidos, reacendendo as esperanças de que os bancos podem ter uma recuperação. Às 7h37 (horário de Brasília), o índice FTSEurofirst 300 subia 1,45 por cento, para 1.088 pontos. O indicador fechou em alta de 0,9 por cento na quarta-feira, mas acumula baixa de cerca de 29 por cento neste ano. Os papéis do UBS subiam 10,56 por cento, após o banco suíço ter anunciado que terá um pequeno lucro no terceiro trimestre depois de um ano de perdas, sinalizando que começou a superar as dificuldades, mesmo com a crise de crédito atingindo muitos de seus pares norte-americanos e europeus. As ações de bancos contribuíam com os maiores ganhos do índice, com as do HBOS avançando 19,38 por cento, as do Lloyds tinham alta de 6,30 por cento, as do Fortis saltavam 17,01 por cento e as do Dexia subiam mais de 7,84 por cento. Os papéis do Natixis subiam perto de 12,07 por cento, na esteira dos boatos de que os donos da companhia poderiam comprar as ações em mercado e fechar o capital da empresa. Não houve comentário imediato disponível do Natixis. A ajuda para o setor bancário veio do Senado norte-americano, que aprovou o pacote de resgate na noite de quarta-feira, colocando pressão na Câmara para também aprovar o plano, que os líderes políticos e financeiros têm chamado de crucial para evitar uma catástrofe econômica. "Eu não ficaria surpreso se nós víssemos um rali no próximo mês, contanto que a lei passe", disse Andrew Bell, diretor de pesquisa na Rensburg Sheppards.

ATUL PRAKASH, REUTERS

02 Outubro 2008 | 08h16

Mais conteúdo sobre:
BOLSA EUROPA ABRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.